Entre o céu e a terra, cai mais um

A mais recente detenção, mas não a última do ano, envolve o pastor Crivella, prefeito derrotado do Rio de Janeiro, alcançado, ontem, pela Operação Hades do MP do Rio que investiga esquema de propinas em contratos da prefeitura. Considerado o chefe do “QG da Propina”, Marcelo Crivella era considerado, há muito tempo, como franco favorito a ser visitado pelos homens da lei, como peça de comando no esquema municipal carioca de organização criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Vale lembrar que Crivella já foi alvo de outra operação policial em setembro, ocasião em que teve o seu celular apreendido pelo MP do RJ.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: