Guerra aberta no STF

Em sua luta para resgatar a dignidade do STF, o ministro Luiz Fux enfrenta a resistência do lado obscuro da Corte. O recesso de fim de ano não foi acatado por Gilmar Mendes, Alexandre de Morais, Marco Aurélio de Mello e Ricardo Lewandowski que permanecem despachando para se protegerem de Fux. Os insurgentes alegam que eles seriam os responsáveis por despachar liminares, Habeas Corpus de processos de sua relatoria que surgirem no período do recesso. Entretanto, o regimento interno do STF diz que no recesso quem decide todos os despachos é o presidente da Corte, Luiz Fux. A guerra está em andamento.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: