Um réveillon como a Covid gosta I

Para lembrar: o Festival de Rock Woodstock, ocorrido em agosto de 1969, nos EUA, marcou uma geração de jovens ligados aos ideais do movimento hippie e ao rock ‘n roll. Evento alegre e sem qualquer lei. Pois é, Morro de São Paulo está em alvoroço com a notícia de realização do Mega Réveillon LGBTQ+ na virada do ano triste de 2020 para o esperançoso 2021. O mega evento ilegal está sendo organizado pelas redes sociais, e segundo alguns internautas, com adesão de grupos de todos os locais do país. Fantasias sim, máscaras não. Festança proibida pelo governo do estado da Bahia, como qualquer outro Réveillon com perigosas aglomerações. À conferir em breve.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: