Para registros da história sul-americana

A Argentina já vacina seus profissionais de saúde contra a Covid-19 usando a Sputnik V, imunizante russo. Para abril, o país aguarda a chegada de 22,4 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca. O Chile também está em campanha de vacinação, recebendo, agora, mais 11,7 mil doses do 2º carregamento de vacinas anticovid. A Bolívia confirmou, semana passada, a compra de 5,2 milhões de doses da vacina Sputnik V. E a Venezuela anuncia a compra de 10 milhões de doses da mesma vacina russa Sputnik V. O Brasil de Bolsonaro, de pensamento negacionista e gestão obtusa ainda discute filigranas técnicas a partir de sua burocrática e emperrada Anvisa. Doa a quem doer! Não é à toa que o insano ditador venezuelano Nicolás Maduro apelidou  o capitão-presidente do Brasil de “coronalouco, pela irresponsabilidade que causou contágio e a morte de milhares de brasileiros”.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: