Desembargadora e empresária baianas querem delação premiada na Operação Faroeste

Ilona Márcia Reis, desembargadora do Tribunal de Justiça da Bahia, e Geciani Maturino, empresária, ambas presas na Papuda em Brasília na Operação Faroeste, já estão com advogados encaminhando, na Capital Federal, delações premiadas que vão explodir. Têm que apresentar nomes e fatos novos, afinal de contas o Ministério Público Federal e a Polícia Federal já têm dados assustadores para novas diligências e novas prisões envolvendo políticos, empresários, advogados e mais desembargadores.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: