Vacina russa aliada

O Jornal Nacional deu destaque em sua edição à vacina russa Sputinik V, imunizante desenvolvido pelo Instituto Gamaleya e que, apesar de meio esquecida na mídia que destaca mais a CoronaVac e a Oxford/AstraZeneca, está disponível e perto de todos nós.  A Sputinik V é produzida no Laboratório União Química, sediado aqui em Brasília. Na Argentina, inclusive, o imunizante já está sendo aplicado nos braços do povo há uma semana. A Secretaria Estadual da Bahia, sem muito estardalhaço, já tinha reservado 50 milhões de doses com o Laboratório União Química. O fato, agora, mereceu destaque em horário nobre da Rede Globo de Televisão. Todos continuam esperando a boa vontade da Anvisa, mas a Procuradoria-Geral do estado da Bahia vai ingressar com uma ação no STF para que possa efetivar a compra diretamente. A gestão estadual já revelou que não pretende assistir passivamente às mortes de brasileiros e baianos.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: