PGR da Bahia é denunciado por subprocuradora

A subprocuradora do Ministério Público Federal, Lindôra Araújo, levou o procurador-geral da República, o advogado baiano Augusto Aras, ao STF para explicar por que arquivou um processo envolvendo o banqueiro André Esteves, que pagou muito dinheiro ao PT para beneficiar o BTG Pactual. Surpreendentemente o ministro Gilmar Mendes pede explicações a Augusto Aras. Resta saber se ele terá como justificar o arquivamento de um processo que ele não tinha autoridade para fazer. O fato complica Augusto Aras, que já sofre inúmeras restrições no mundo jurídico de Brasília e principalmente no MPF.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: