Queixa-crime contra Lira é aceita pelo STF

O ministro do STF Luís Roberto Barroso decidiu, na última sexta-feira, pela manutenção da queixa-crime contra o presidente da Câmara, Arthur Lira, a fim de que a denúncia seja enviada para vara de violência doméstica em Brasília. O ministro Ricardo Lewandowski pediu vistas e atrasa o processo. A queixa-crime é movida por Jullyene Lira, que foi casada com Arthur por dez anos e tem dois filhos com ele. Ela acusa Lira de violência doméstica e por isso ingressou com ação em junho de 2020.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: