Fraudes derrubam mais de 50% de auxílio para os pobres

As milionárias fraudes praticadas durante a vigência do auxílio emergencial atingem a classe mais pobre. Agora, o governo, pensando no próximo auxílio, listou mais ou menos 40 milhões de pobres quando o auxílio emergencial chegou a ser utilizado por políticos, militares e prefeitos do interior. Não tem ainda nenhum valor, mas de qualquer maneira já se sabe que a nova ajuda dificilmente atenderá a todos os necessitados. O curioso é que agora o pernambucano João Roma, como titular do Ministério da Cidadania, vai, ao lado da Caixa Econômica Federal, comandar uma operação bilionária. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: