País da bagunça geral II

Seguinte: o Ministério da Saúde foi avisado, tardiamente, que receberá apenas 30% das 9,3 milhões de doses da vacina do Butantan acordadas para fevereiro. A vacinação capenga em todo o país vai contar somente com um lote de 2,7 milhões de doses desse laboratório. E mais um lote complementar da Fiocruz. Estranho é que o ofício enviado agora pelo Butantan contradiz a recente reunião entre o ministro Eduardo Pazuello, o chefe da Secretaria de Governo da Presidência, Eduardo Ramos, os presidentes da Fiocruz, Nísia Trindade, e do Instituto Butantan, Dimas Covas, com os governadores. Isso revela falta de responsabilidade e de organização do Butantan. Como pode desmentir o Ministério 24h depois da reunião com governadores? Reunião essa na qual estava presente o próprio PRESIDENTE DO BUTANTAN, Dimas Covas, e que permaneceu CALADO! E calado se manteve. Covardemente, mandou o seu diretor-executivo, Rui Curi, assinar e enviar a nota em que atesta o engodo. A situação é muito grave. Já não sabemos em quem acreditar. Estamos em voo cego.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: