“Fi-lo porque qui-lo” II

Lembrando algumas bolsonarices: se dependesse dele, não sairia a reforma da Previdência, empacada por suas intrigas com o Congresso; se dependesse dele, estaríamos catando agulhas e seringas pelo mundo até hoje, pois emperrou a aquisição dos produtos, e só conseguiu o material quando ameaçou a indústria nacional; se dependesse dele, teríamos menos quantidade de vacinas hoje, quando desautorizou seu obediente general da saúde na compra de 46 milhões de doses do Butantan, um perigo mortal só resolvido bem mais tarde com a avalanche de críticas de todos os lados; ou como faz agora, impingindo um prejuízo de R$28,2 bilhões em valor de mercado à Petrobras com a demissão online do presidente da empresa sem nenhum planejamento prévio. Enquanto isso, segue Bolsonaro em passeios de ski, de caiaque, de moto, com roupas de mergulho, em jogos de futebol, ou se lambuzando em cachorros-quentes e acarajés em suas sortidas traquinagens semanais.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: