Kalil paga preço alto por seu sucesso (I)

Em retaliação ao alto nível de aprovação de sua gestão à frente da PM de Belo Horizonte (78%), o prefeito Alexandre Kalil virou alvo de adversários políticos. Estão tentando minar sua imagem através de uma desproporcional distribuição de vacinas para a capital mineira. Em BH a vacinação está patinando, sem avanços. Ainda não foi atingida a faixa de 85 anos de idade por falta de vacinas, enquanto Rio, São Paulo, cidades do interior de MG já programam vacinação para faixas abaixo de 80 anos. Lidera esse ataque criminoso o enciumado governador do estado Romeu Zema, fiel escudeiro de Bolsonaro em MG. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: