Promessas sem definição de gênero II

Na verdade, em questões de promessas políticas não cumpridas, os homens ganham de goleada. Um antigo e recorrente golpe nos eleitores a cada eleição. Esse que está no comando, que de “Mito” só tem o grito dos seguidores mais exaltados, ainda não disse a que veio. Prometeu zerar o deficit em um ano, e o rombo atual já é de quase R$100 bilhões; prometeu captar R$1 trilhão em privatizações, mas não conseguiu alcançar nenhuma estatal e só programou R$164 bilhões em licitações; prometeu vender imóveis da União e angariar R$1 trilhão, e descobre agora que 75% não podem ser vendidos de acordo com o TCU. E sobre as suas promessas de reformas estruturais, só saiu do papel a da Previdência por obra e esforço total do Congresso Nacional. Um mito com muita lábia de promessa e sem poderes de realização.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: