Olha eu aqui outra vez

Graças às voltas que a política brasileira dá – e como elas ocorrem – estão com toda a força no governo Bolsonaro os presidentes do PL, Valdemar Costa Neto, perdoado pelo STF depois de cumprir um quarto de sua pena como condenado do Mensalão, e o presidente do PTB, Roberto Jefferson, corrupto confesso e também condenado no mesmo Mensalão. Ambos, ex-presidiários, agora gozam de grande estima – e interesses partidários – com o presidente Jair Messias Bolsonaro, eleito com a bandeira de acabar com a corrupção no país. Aliás, apostas já estão abertas para cravar em qual dos dois partidos, ou ainda o Partido da Mulher Brasileira PMB, ocorrerá a filiação do capitão-presidente.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: