Conselhos de graça I

Vem de um ícone mundial uma dica (e crítica) que Bolsonaro teima em não ouvir. Sebastião Salgado, fotógrafo e ambientalista internacional, do alto de sua experiência em tratar com diversos governos por todo mundo, declara: “O Brasil deveria tratar a Amazônia como um ativo diplomático importante e único, precedendo respeito e vantagens nas relações com outros líderes mundiais”. Só pra lembrar, Bolsonaro deu de ombros a um plano de auxílio americano de 20 bilhões de dólares para investimentos na região. Atualmente, por conta de uma cegueira geral, o governo toca a Amazônia na pindaíba financeira e nenhum respeito por parte dos grandes países e organizações ambientais.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: