Conselhos de graça II

Outra personalidade a quem Bolsonaro deveria ouvir, e não o faz, é o médico mais popular do país, Dr. Drauzio Varella. E ele já jogou a toalha frente aos múltiplos e recorrentes desatinos do governo Bolsonaro. O pior deles a promoção da hidroxicloroquina no país. Mas, como todo bom médico, Dr. Drauzio ainda prescreve a receita para o doente terminal do Palácio, indicando a necessidade de conseguir vacinas custe o que custar e readmitindo os técnicos que foram afastados do Ministério da Saúde. No diagnóstico dele, o claudicante Plano Nacional de Imunização (PNI), que no passado imunizava 80 milhões de brasileiros em um prazo de três meses, só funcionará bem sob nova direção.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: