O inventário de 500 milhões de reais é pouco para a fortuna de ACM

Imóveis em Salvador, Rio de Janeiro e Brasília. Ações do Banco do Brasil, da Petrobras e da Vale do Rio Doce. Coleções de obras de arte, construção de império de comunicação comandado pela Rede Bahia com todas as afiliadas da Rede Globo, três emissoras de rádio, um jornal, a construtora Santa Helena e alguns milhões de dólares no exterior. Foi esse o patrimônio que ACM Júnior, o inventariante, disse que o pai possuía estabelecendo o valor de 500 milhões de reais, que é muito pouco segundo os investigadores que Luiz Antonio Flecha de Lima, o Tota, filho de ACM com a embaixatriz Lúcia Flecha de Lima, já colocou. A descoberta da venda de alguns imóveis já foi feita, mas vai ter efeito retroativo.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: