Duas greves fatais para o governo: médicos e funcionários do Banco do Brasil

A partir de hoje, o Banco do Brasil paralisa as suas atividades e isso significa que o país pode parar. É contra o processo de um plano que quer demitir 5 mil funcionários e fechar milhares de agências e postos. Ninguém desconhece a força do BB para o país e de seus funcionários. Também os médicos das Universidades Federais, que não recebem seus vencimentos, entram em greve com o país em plena pandemia. O governo perde pontos, porque são dois importantes segmentos que movimentam o país e têm um apelo extraordinário junto à população brasileira. Se Bolsonaro já desce a ladeira da popularidade, isso pode se agravar ainda mais com esses dois episódios. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: