A quarta-feira negra do presidente Bolsonaro

Decididamente, a quarta-feira foi negra para o presidente Bolsonaro. Na CPI da Covid, o ex-porta-voz da presidência mentiu o tempo todo revoltando a quem assistia. Não satisfeito, o senador Flávio Bolsonaro entrou na CPI e ao chamar o senador Renan Calheiros de vagabundo ouviu que ele era ladrão. Logo em seguida, o presidente Bolsonaro não só ratificou as agressões do filho como disse que Calheiros tinha mais de dez processos no Supremo. A tréplica de Calheiros foi dura: Bolsonaro, os quatro filhos, ex-mulheres e atual estão na Justiça por cometerem corrupção. Já caia a noite quando vazou a pesquisa do Datafolha, a primeira presencial depois da pandemia, e veio a ducha de água fria: hoje, Lula ganha a eleição. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: