Empresário milionário é acusado de duas mortes na Bahia

O grupo Atakarejo Distribuidor de Alimentos e Bebidas, do milionário empresário e dublê de político, Teobaldo Costa, vai de mal a pior com o episódio do assassinato dos jovens – tio e sobrinho – detidos em furto de pacotes de carne em uma de suas lojas em bairro popular da capital baiana, entregues aos traficantes locais e eliminados à tiros. O crime – de natureza famélica – ganhou a mídia nacional, sendo considerado ainda mais grave do que o espancamento e morte do cliente do Carrefour em Porto Alegre meses atrás, principalmente porque o do Atakarejo desenrolou-se em etapas: detenção pela segurança da loja, julgamento por funcionários administrativos e execução sumária pelos traficantes vizinhos. A Secretaria de Segurança da Bahia está atuando em ritmo rápido já prendendo alguns envolvidos. Um funcionário do Atakarejo está foragido.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: