STF salva magistrado, prefeito do Rio e deputado federal

Ao anular a delação premiada do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, o STF salvou o presidente do STJ, Humberto Martins, o atual prefeito do Rio, Eduardo Paes, o deputado federal Aécio Neves e um dos herdeiros de Lula, o famoso Lulinha. Todos operavam com Cabral que cometeu erro ao colocar na sua delação o ministro Dias Toffoli. O STF com espírito de corpo anulou tudo. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: