Aguardando a Sputnik V

Já estão ocorrendo reuniões com a Anvisa, equipe técnica do Consórcio Nordeste e Amazônia Legal, e secretários estaduais de Saúde para discutir a implementação da vacina russa Sputnik V no Brasil. A importação do imunizante, finalmente liberado pelo órgão federal, ainda não tem data certa, aguardando acertos com o Fundo Soberano Russo e o Ministério da Saúde para definir o cronograma de entrega do lote com 924 mil doses da vacina russa para seis estados. De acordo com o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, as 300 mil doses destinadas ao estado irão imunizar 150 mil pessoas, com intervalo de 30 dias entre a primeira e a segunda aplicação “os municípios baianos que irão receber a Sputnik V devem ser de médio porte – cerca de 50 mil habitantes – conforme cenário epidemiológico local, para melhor monitoramento da vacinação e posterior avaliação da Anvisa”. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: