Se Pedro Castilho for eleito presidente do Peru, a Odebrecht vai sair do país

As eleições no Peru têm como candidato virtualmente eleito o líder operário Pedro Castilho. Ele já declarou que se for eleito, a Odebrecht, que foi a empreiteira que mais construiu no país em governos passados e com maior índice de corrupção, vai ter que devolver tudo que tirou ilegalmente. Até mesmo o escritório da empresa, que ainda está localizado no Peru, vai ter que sair, já que o novo presidente vai pedir a prisão de todos.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: