MPF reage à recondução do baiano para a PGR

Mais uma vez, o presidente Jair Bolsonaro deixa de lado a lista tríplice do Ministério Público Federal e reconduz o advogado baiano Augusto Aras para a Procuradoria-Geral da República. É mais um fato inédito e que coloca todo o Ministério Público Federal e as suas associações contra Aras que, insensível, vai ficar mais dois anos sem nenhum prestígio e sem nenhum respeito dos procuradores da República.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: