Veneza: não aos cruzeiros marítimos

Agora é lei: daqui a cinco dias (dia 1°), os navios de cruzeiro não poderão entrar nas águas da famosa Veneza. Os protestos dos residentes com o lema “No Grandi Navi” venceu a batalha, que ficou mais intensa depois da recente grande inundação que ameaçou a arquitetura histórica do local. Vários argumentos contrários à entrada de grandes navios com superlotação de milhares de passageiros, e desembarcados para tours relâmpagos e pouco rentáveis ao turismo pesou bastante para a proibição náutica. Outro argumento – de engenharia – defende que a navegação dos grandes navios coloca em risco as fundações dos antigos casarios que foram erguidos sobre palafitas do século V, além de afetar negativamente, também, o ecossistema náutico local.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: