Fábrica de bobagens e outras peripécias

O presidente Jair Bolsonaro deu 1.682 declarações falsas ou enganosas ao país em 2020 – média de 4,3 por dia -, mas o volume diário de desinformação oficial foi ainda maior naquele ano enquanto se ampliavam a pandemia, a crise econômica e as eleições municipais. Os dados são do Relatório Global de Expressão 2021, com informações coletadas em 161 países. Desde que o capitão-presidente assumiu o mandato, e vestiu a faixa em 2019, disseminou 2.187 declarações falsas ou distorcidas, uma média de três por dia. Loucura!

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: