Presidente da Caixa atira contra o próprio sogro

A menção das operações garantidas pela Caixa Econômica Federal no período dos governos do PT na live de Bolsonaro não foi à toa. As operações que resultaram num prejuízo de R$ 46 bilhões, conforme denúncia do presidente da Caixa, Pedro Guimarães, é um dos pontos que o presidente vai repisar daqui para frente. Os bolsonaristas estão convencidos de que é preciso abater o voo de Lula desde já. Ocorre que neste processo, a OAS, presidida pelo então sogro de Pedro Guimarães, o baiano Léo Pinheiro, era um dos maiores operadores da Caixa Economia. Isso também atinge profundamente o MDB, já que Geddel Vieira Lima, Eduardo Cunha e Michel Temer mandaram e ganharam muitos milhões na Caixa. Isso ainda vai dar muita briga. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: