Em 2022 a situação vai se agravar para Bolsonaro

Durante as eleições, o ministro Alexandre de Moraes assumirá a presidência do Tribunal Superior Eleitoral. Em setembro, a ministra Rosa Weber vai assumir a presidência do STF e já em 2023 quem vai para o seu lugar é o ministro Luís Roberto Barroso. Ninguém tem dúvidas que Bolsonaro e os filhos não vão dormir, ou, aliás, já não estão dormindo.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: