Controle distraído

Esse relato do motoboy da VTClog à CPI da Pandemia informando que, cotidianamente, sacava altas somas de dinheiro e transportava para o Ministério da Saúde — por exemplo, R$430 mil na boca do caixa — reforça a indagação que todo brasileiro sensato faz, sempre que descobrem-se casos semelhantes. Para que serve o COAF, Conselho de Controle de Atividades Financeiras? Bem, se no Brasil seguíssemos as leis, o capítulo que versa sobre crimes de lavagem e ocultação de valores da Lei n° 9.613 de 03 de março de 1998 é total atribuição de investigação do órgão. Art. 11 – As transferências internacionais e os saques em espécie deverão ser previamente comunicados à instituição financeira COAF, nos termos, limites, prazos e condições fixados pelo Banco Central do Brasil. Conclusão: Se não houvesse a CPI da Pandemia, nunca saberíamos de mais essa ação bandida…

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: