Formandos do Itamaraty escolhem como paraninfo diplomata assassinado pela ditadura militar

Formandos do Itamaraty da turma 2020/2021 escolheram para paraninfo José Pinheiro Jobim, que foi assassinado barbaramente pela ditadura militar. O presidente Jair Bolsonaro quebrou a norma e não compareceu ao evento, mas o detalhe é que essa posição dos jovens diplomatas é uma marca de repúdio aos que torturaram e mataram durante a ditadura militar. José Pinheiro Jobim quase foi o escolhido das duas turmas anteriores, o que mostra que a mensagem deseja ser passada desde que Bolsonaro foi eleito. A quebra da tradição com a ausência do presidente só não foi completa, pois, Bolsonaro gravou um vídeo para congratular os formandos em atenção a Arthur Lira, presidente da Câmara, que tem como futura nora a oradora dessa turma de diplomatas. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: