Na Operação Faroeste na Bahia, ex-secretário da Segurança Pública vai revelar nome de sócio ingrato

Desde o momento em que foi denunciado na Operação Faroeste, maior grilagem de terras do Brasil, e também acusado de chefiar uma rede de espionagem do PT da Bahia, o ex-secretário da Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa, não recebeu nenhum telefonema, nenhum abraço de solidariedade do seu sócio, um empresário milionário que circula nos setores políticos da Bahia com desenvoltura e até em Brasília. O fato entristeceu o ex-secretário profundamente e haverá desdobramentos.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: