Venda de emendas é investigada pelo chefe da CGU e envolve Bahia, Sergipe e Pernambuco

A Controladoria-Geral da União e a Polícia Federal investigam um esquema que envolveria a venda de emendas parlamentares em troca de um percentual de 10% a 20% sobre o valor empenhado. Deputados e senadores destinaram verbas para prefeituras fora dos seus redutos eleitorais, até mesmo em outros estados. São R$181 milhões que foram destinados para esta festa. A CGU informa que há delitos graves e neles estão uma prefeitura de Pernambuco, outra de Alagoas e uma da Bahia envolvendo respectivamente o senador Fernando Bezerra, o presidente da Câmara, Arthur Lira, e o deputado federal do DEM da Bahia, Arthur Maia.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: