Cuidado com as campanhas eleitorais: aviso para as agências

O STJ vetou a penhora de verbas do fundo eleitoral para pagamento de dívidas. A empresa argumentou que débitos desse tipo não constam como impenhoráveis no código civil. Isso em razão de um débito do PTB com uma empresa publicitária que há anos o partido não paga. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: