Quem manda no orçamento é dono do país

O governo está quebrando a cabeça para tentar descobrir uma forma de retomar algum poder de gestão orçamentária. As apostas do governo são as de que com controle sobre o orçamento e com preço do combustível nas alturas, a tendência dos parlamentares será buscar outro caminho em 2022. Dificilmente, segundo ele, Bolsonaro tem gente sua nos estados e nas redes sociais pedindo votos para sua eleição. Não por acaso, o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, conhecedor das manobras políticas, já avisou que se Bolsonaro não resolver o problema da inflação, preço dos combustíveis e dominar o Congresso Nacional, esqueça o segundo mandato.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: