Um dos maiores hospitais do mundo, o Johns Hopkins, homenageia médica baiana Daniela Salles

A médica baiana Daniela Correia Salles faleceu semana passada, aos 35 anos, em um trágico acidente, em Baltimore, Estados Unidos. Daniela estava concluindo o pós-doutorado em patologia oncológica e era considerada uma patologista e pesquisadora excepcional. Liderou pesquisas e contribuiu para vários estudos. Mesmo tão jovem, Daniela deixa um legado, e o reconhecimento e importância de seu trabalho abre portas para estudantes brasileiros. O Hospital Johns Hopkins decidiu criar um fundo com o nome de Daniela Salles, para brasileiros que queiram se especializar em patologia. Daniela é filha do médico Osmário Salles, o mais respeitado endocrinologista da Bahia.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: