“Não é só uma voz que se cala; é uma filha que se foi, é uma mãe que não volta. Quantos morrem naquele que morre? Com você, Marília, morreu uma multidão”

Esta é a frase do padre e cantor Fábio de Melo. Ela diz bem da perda da cantora Marília Mendonça, que foi noticiada pelas principais redes de TV do mundo, pelos principais jornais, revistas e rádios. Talentosa, politizada e, sobretudo, com a simplicidade da vida, ela mostrou também ao mundo que, embora fosse uma compositora e cantora riquíssima, não ostentava. Morava num simples apartamento em Goiânia, não tinha mansão, não tinha carro de luxo, não andava com seguranças. Entrando pela porta da frente na história musical e ficando como o maior nome feminino da música brasileira. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: