Quem perde mais: Bolsonaro ou Valdemar?

A súbita indefinição do presidente Jair Bolsonaro sobre sua pretendida filiação ao PL causou forte constrangimento ao presidente da sigla, Valdemar Costa Neto. A parte mais visível é a óbvia. Valdemar veio a público para anunciar o ingresso de Bolsonaro e atraiu para seu partido parte da enorme rejeição ao ex-presidente junto ao eleitorado e à maior parte da imprensa. Esse é o lado mais aparente, mas não o mais dolorido. Costa Neto está interessado no passe de Bolsonaro na expectativa de eleger no próximo ano uma bancada gigante de deputados federais, o que, pela legislação, lhe garantiria um gordo quinhão do fundo partidário e tempo de TV. Para isso, assumiu o risco de pôr aliados em dificuldade em estados nos quais o partido já estava alinhado com a oposição a Bolsonaro, seja com o PSDB, em São Paulo, ou com a esquerda, no Nordeste. Essa conta hoje é de Valdemar, mas pode ser cobrada em algum momento no Palácio do Planalto.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: