Novas regras de cotas

Pela primeira vez em sua trajetória, a OAB definiu políticas afirmativas para obter maior diversidade racial e de gênero no comando da categoria. Pelo menos 30% dos integrantes das chapas, considerando todos os postos de suplência conjuntamente, devem ser compostos por pessoas pretas e pardas. Vale o critério de autodeclaração. As medidas também informam que todas as chapas devem ter 50% de mulheres entre os seus candidatos.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: