Cantora carioca Claudia Leitte foi chamada de genocida

Ao promover de maneira irresponsável um show para três mil pessoas num estacionamento em São Paulo, a cantora carioca Claudia Leitte foi chamada de genocida. Queimou o filme e dificilmente vai recuperar a imagem. A repercussão continua em todo o país e já tem gente cancelando show com ela.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: