Gabeira, Patrícia Campos Mello e Jamil Chade ganham IREE de Jornalismo

Um dos maiores jornalistas em atividade no Brasil, Fernando Gabeira recebeu, ontem, o Prêmio IREE de Jornalismo por sua contribuição para a profissão e para a democracia no país. O IREE destacou que poucas vidas são tão eletrizantes quanto a dele. Gabeira participou da luta armada, foi preso, torturado, baleado, trocado pelo embaixador alemão, morou em vários países até se estabelecer na Suécia, onde foi condutor de metrô e se formou em antropologia. De volta ao Brasil, escreveu livros, fundou o PV, se elegeu quatro vezes deputado federal e quase foi prefeito do Rio. Tudo isso antes de voltar ao jornalismo, que abraçou em Minas Gerais ainda adolescente. No prêmio apresentado pela jornalista Juliana Rosa, o IREE também homenageou a jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de S. Paulo, como Personalidade de Destaque e o correspondente Jamil Chade, do UOL, como Destaque Internacional. Um júri composto pelos jornalistas Daniela Lima, Guilherme Evelin, Lilian Tahan, Raul Juste Lores e Renato Andrade conferiu o Prêmio IREE de Jornalismo a Breno Pires, de O Estado de S. Paulo, pela série de reportagens sobre o orçamento secreto. O Prêmio IREE de Jornalismo – Política foi para Juliana Dal Piva pela série “UOL investiga: A vida secreta de Jair”. O Prêmio IREE de Reportagem – Economia e Negócios foi para Adriana Fernandes, Idiana Tomazelli e Gabriela Biló, de O Estado de S. Paulo, pela reportagem “A casa dos brasileiros”. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: