Bellintani afunda o Bahia e a sua carreira política

Desde o momento em que assumiu a presidência dessa lenda do futebol brasileiro que é o Bahia, Guilherme Bellintani foi “candidato” à prefeitura de Salvador, a uma vaga no Senado e até a vice-governador do seu amigo e aliado ACM Neto. Afundou o Bahia, colocou as finanças do clube em completa destruição. O curioso é que sempre era apontado como “candidato”, voltamos a repetir, à prefeitura de Salvador, ao Senado e ao vice-governo na chapa de ACM Neto, que, aliás, ele serviu na prefeitura de Salvador. Como fracassou em tudo, o mais certo seria pegar o boné e ir embora.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: