Agora Bolsonaro quer contratar um instituto de pesquisa eleitoral

Após perder em todas as pesquisas até aqui realizadas sobre sucessão presidencial em 2022 de todos os institutos, o presidente Jair Bolsonaro estava louco, ontem, com a pesquisa do Datafolha. A exemplo do que fez com o Tribunal Superior Eleitoral, começou a atacar todos os institutos de pesquisa e pediu aos seus aliados, principalmente ao presidente do PL, Valdemar Costa Neto, a contratação de um instituto de pesquisa. Ele não sabe que tem dois empecilhos, o primeiro: dinheiro do fundo eleitoral não pode pagar pesquisa. Segundo: todos os institutos até o próximo ano não têm mais vagas para receber nenhuma outra missão. Bem verdade que Bolsonaro ainda não entendeu que ele provocou com seus gestos e ações uma reação muito forte de toda a imprensa, que hoje está contra ele. Ocorre que, enquanto Bolsonaro tem Alexandre Garcia como seu defensor na Jovem Pan, Lula tem Mônica Bergamo como sua defensora na Folha de São Paulo e no grupo Bandeirantes. É o único duelo claro que se observa na imprensa.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: