Personagem de Ziraldo IV

Como já antecipado, mais uma vez, pelo Nemamigoneminimigo e esperado por todos aqueles que conhecem o direito e leram o pedido de providências que o juiz Jonny Maikel formulou ao CNJ, a liminar foi indeferida pela Ministra Corregedora Dra. Maria Thereza de Assis Moura. No momento de maior “vergonha alheia” para o magistrado, a Corregedora apontou em sua decisão as contradições das alegações do juiz, a impropriedade técnica do pedido de urgência e a tentativa intempestiva de inovar o pedido inicial, após a manifestação do Tribunal. Enfim, pelo menos até o momento, a maluquice do menino foi devidamente refutada pelo CNJ.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: