Alexandre, o Grande

Como seu homônimo que assumiu o trono da Macedônia em 336 a.C., ampliando o exército deixado por seu pai Felipe II, precisando para isto ir atrás da riqueza de outros povos, com apoio de cidades-estado da Grécia. O homônimo dos dias atuais vem se articulando junto a novos protagonistas do nosso Judiciário para realizar novas conquistas. Os “Ares” dirão se ele conseguirá seguir os passos de seu homônimo na conquista do que não é seu! Vamos esperar para ver a coragem do apoiador!

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: