Pernambuco e Sergipe invadem a Bahia

A construtora Moura Dubeux é uma das que mais constrói em Salvador, cheia de irregularidades porque já foi expulsa até da Ademi, a entidade de classe. Aí, a maior casa de material de construção, a Ferreira Costa, também de Pernambuco, e o curioso é que ela teve vários benefícios, é uma das principais anunciantes da TV Bahia onde a família Magalhães tem participação. E está prestes a explodir um grande escândalo quando ela, na gestão de ACM Neto, adquiriu por uma bagatela bem pequena um terreno supervalorizado de propriedade da Transalvador. Como se vê, não falamos nem no Shopping Salvador que é de um sergipano, sobrinho do inesquecível Mamede Paes Mendonça. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: