A Universal do Reino de Deus é a que mais sofre

Perdendo terreno no exterior, principalmente na África onde já foi expulsa de Angola e arrecadava milhões de dólares por ano, a Igreja Universal do Reino de Deus está sendo também convidada a se retirar de outros países africanos. O seu proprietário, o bispo Edir Macedo, apesar da ajuda do governo federal e dos seus deputados federais que compulsoriamente pagam a igreja 10% dos salários, está apavorado. Quanto maior a altura, maior é o tombo.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: