Uma lição de justiça e de civilidade do Rio de Janeiro

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, vai transformar em um memorial em homenagem à cultura congolesa e africana os quiosques Biruta e Tropicália, onde Moïse Kabagambe foi morto violentamente. O episódio ganhou destaque mundial merecidamente. Já a Bahia tem um débito com o assassinato de dois jovens negros dentro de um supermercado da rede Atakarejo. Uma vergonha para os baianos.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: