O brilhante jornalista Bruno Astuto escreveu artigo que merece destaque

Bruno Astuto é um dos jovens talentos jornalísticos do Brasil e acaba de publicar um belo artigo sobre o Brasil terra estrangeira. Sobre hospitalidade do brasileiro ele sintetiza: “Somos, sim, muito cordiais com o gringo caucasiano que vem com diploma de Harvard em punho ou com uma fantasia de escola de samba. Mas, para enxergar a xenofobia do século XXI, basta acompanhar os ataques que sofrem os voluntários de diversas ONGs que trabalham pelo acolhimento de refugiados no país. O mínimo que eu li: “Não está feliz? Volta para a sua terra”. Ou ainda: “Vai receber estrangeiro no Natal quando existem milhares de brasileiros à espera de uma ceia como essa?”. O pior é que nem por eles essa gente não faz nada”. Esse artigo de Bruno Astuto deveria ser lido por todos os brasileiros em razão das “dezenas de pauladas que levou o jovem congolês Moïse Kabagambe no quiosque da Barra sacudiram mais uma vez a falsa mansidão do paraíso tropical. A execução do rapaz e a reação desesperada de sua família mobilizaram a opinião pública e os internautas, chocados com a violência em sua forma mais crua e bárbara”. Na Bahia existe um caso que choca os baianos e até hoje não teve solução. No rico supermercado Atakarejo, dois jovens negros foram levados e mortos porque apanharam meio quilo de carne. Esta mancha fica eterna enquanto a Justiça da Bahia e o governo baiano não punirem o milionário dono do Atakarejo. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: