O Brasil perde um educador culto, elegante e milionário

O professor João Carlos Di Genio, que morreu no último sábado em São Paulo, tinha ligações com a Bahia. Dono de uma bela casa em Arraial D’Ajuda, em Porto Seguro, ele ali recebia amigos de todo o Brasil. Ultimamente, deixou a casa para uso de Antônio Carlos Magalhães até morrer. Em Brasília, em uma bela mansão, recebia a nata da política e do empresariado brasileiro. O deputado federal Luís Eduardo Magalhães, da Bahia, foi um dos seus melhores amigos. Já na área jornalística, Di Genio tinha Alberico de Souza Cruz, Toninho Drummond, Ana Tavares, Jorge Bastos Moreno, Cristiana Lobo e muito mais. Recebia com elegância e estilo. O editor deste blog teve a honra de não só conviver com ele, mas tê-lo como amigo. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: