Comandantes militares não vão a Moscou com Bolsonaro, o filho, sim

Como procede toda vez que vai ao exterior, Bolsonaro leva o filho para dormir ao seu lado, já que tem medo depois que levou uma facada. À Rússia, ele fez a mesma coisa. O comandante da Marinha, almirante Almir Garnier, não viajou com o presidente, já o filho Carlos Bolsonaro foi sim. O mais interessante é que Bolsonaro foi recebido por militares e não tinha nenhuma autoridade do primeiro escalão russo à sua espera em Moscou.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: